Polícia recupera sete quadros avaliados em R$ 1,5 milhão

Objetos foram furtados de casa de aposentado em Mairiporã; material foi vendido para ferro-velho

23 Abril 2013 | 10h52

Sete quadros do pintor José Paulo Licatti (1910-1990) avaliados em cerca de R$ 1,5 milhão foram recuperados pela Polícia Civil na tarde de segunda-feira (22), em uma casa no Jardim Peri, na zona norte da capital. Outros objetos furtados de uma residência, em Mairiporã, Grande São Paulo, também foram localizados.

O furto aconteceu na quarta-feira (18), na casa de um aposentado de 59 anos. Além dos quadros, também foram furtados outros objetos, como lustres, castiçais e candelabros.

Policiais do Setor de Investigações Gerais de Mairiporã encontraram dois suspeitos, um de 29 anos e outro de 27. Eles foram presos e um deles confessou a invasão da casa. O homem afirmou que havia vendido os objetos para um ferro-velho, na Rua Condessa Amália Matarazzo, no Jardim Peri.

Os policiais foram até o local e encontraram os objetos. Dos sete quadros, quatro têm o selo da Escola Paulista de Belas Artes. As obras de Licatti possuem cotação internacional.

A vítima recebeu os objetos de volta. A dupla responderá por furto qualificado. O dono do ferro-velho foi identificado, mas não localizado. Ele responderá por receptação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.