TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO
TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO

Polícia recaptura 54 fugitivos de hospital de custódia na Grande SP

Secretaria da Administração Penitenciária diz que as buscas continuam ocorrendo para localização do último detento que escapou do local, em Franco da Rocha

Marco Antônio Carvalho, O Estado de S. Paulo

20 de outubro de 2016 | 20h29

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informou nesta quinta-feira, 20, que 54 dos 55 fugitivos do Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico de Franco da Rocha, na região metropolitana de São Paulo, foram recapturados. A pasta disse que as buscas continuam ocorrendo para localização do último detento.  

A fuga aconteceu na tarde da segunda-feira, 17, após uma rebelião ter sido iniciada pelos detentos na unidade. Pavilhões foram incendiados e eles escaparam por uma região de mata do Parque do Juquery, que envolve o local. No primeiro dia, 34 já haviam sido localizados. Em razão do comprometimento da estrutura, todos os detentos foram transferidos para unidades próximas.



Segundo a administração penitenciária, a revolta teria começado após a notícia de que cinco presos seriam transferidos; eles seriam líderes de um suposto esquema que extorquia dinheiro de familiares de outros apenados. O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), havia classificado na terça-feira, 18, o caso como "uma questão pontual", afastando relação com revoltas em presídios na região Norte.

 

Tudo o que sabemos sobre:
São PauloGeraldo AlckminPSDB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.