Polícia realiza perícia após falha em brinquedo do Playcenter

Oito pessoas ficaram feridas após trava de segurança abrir e usuários caírem de uma altura de cerca de sete metros

Solange Spigliatti, Central de Notícias

04 de abril de 2011 | 12h51

SÃO PAULO - A Polícia Civil instaurou inquérito criminal para apurar eventuais responsabilidades no acidente com um brinquedo no Playcenter, ocorrido neste domingo, 2, na zona oeste de São Paulo, que deixou pelo menos oito feridos.

 

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o delegado do 23º DP, em Perdizes, está ouvindo nesta segunda-feira, 3, várias testemunhas, entre elas três funcionários do parque.

Engenheiros peritos do Instituto de Criminalística (IC) da Polícia Técnico Científica chegaram no fim da manhã de hoje ao parque para iniciar a perícia no brinquedo, que será acompanhada por técnicos do parque. Segundo nota do Playcenter, o resultado oficial deve sair em 30 dias.

 

O brinquedo, segundo o Playcenter, está interditado por tempo indeterminado. Já o parque irá reabrir, a partir da próxima sexta-feira, em seu horário normal para o período, funcionando também no sábado e domingo.

 

Com relação às vítimas, o parque informou que, dos oito envolvidos, cinco já tiveram alta e passam bem. Uma vítima foi transferida na manhã de hoje da Santa Casa para o Hospital Metropolitano, permanecendo, assim, três visitantes hospitalizados no Hospital Metropolitano. O Hospital não está autorizado pelos familiares dos pacientes a divulgar mais informações a respeito.

 

Entre eles, Daniele Aparecida Pansarin, de 30 anos, que deu entrada, nesta segunda, no Metropolitano, com ferimentos na perna esquerda e face. Ela segue internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com quadro clínico estável.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.