Polícia promete limpar pátios em 30 meses

O governo do Estado pretende contratar empresas privadas para construir e administrar quatro novos pátios de veículos apreendidos pela polícia e para guinchar esses veículos. O objetivo é desocupar, em 30 meses, os pátios que funcionam hoje.

TIAGO DANTAS, O Estado de S.Paulo

25 de abril de 2013 | 02h07

Empresários do setor acreditam que vai ser difícil cumprir a meta, já que seria preciso tirar, por dia, 53 veículos que já estão armazenados. Além disso, a empresa contratada teria de guinchar e guardar três veículos que são apreendidos diariamente.

Um dos temores do mercado é de que os novos pátios fiquem, em pouco tempo, superlotados como os atuais. O projeto prevê que os terrenos tenham pelo menos 50 mil m² - o equivalente a cinco campos de futebol - e fiquem a uma distância de até 100 quilômetros do centro de São Paulo.

Após a contratação desse serviço, o governo pretende montar, dentro dos novos pátios, usinas para desmontar os carros e reciclar algumas partes e peças.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.