Polícia procura mulher acusada de dar chumbinho com iogurte aos filhos

Ela teve a prisão decretada e crianças, de 6 e 2 anos, seguem internadas no HC de Ribeirão Preto

Rene Moreira - especial para o Estadão,

13 Julho 2013 | 11h17

FRANCA- A Polícia Civil de Pontal (SP) tenta localizar a mulher acusada de ter dado iogurte com chumbinho, conhecido veneno usado para matar ratos, aos seus dois filhos. As crianças, de 2 e 6 anos, tiveram de ser transferidas ao Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, onde seguem internadas - uma delas em estado mais grave, mas já fora de risco de morte.

Policiais acreditam que a mulher, que teve a prisão decretada, queria se vingar do pai das crianças. O envenenamento teria ocorrido na noite da quinta-feira 11 quando, segundo teria narrado o filho mais velho, a mãe insistiu para que tomassem o iogurte. Ela chegou a colocar chocolate no produto devido à reclamação de que o gosto estava ruim.

Restos do alimento foram recolhidos pelos policiais que estiveram na casa da mulher e de familiares, mas até a manhã deste sábado, 13, ela continuava foragida.

 
Mais conteúdo sobre:
Ribeirão Pretochumbinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.