Polícia procura dona de bufê que não fez festa

Um dos suspeitos pelo golpe que lesou formandos de escolas do ensino médio e faculdades da zona leste de São Paulo, Antônio Carlos Batista prestou depoimento ontem no 63.º DP. A empresa de eventos Lilitty, para a qual ele presta serviço, não realizou no sábado a festa de formatura dos estudantes. Ele informou que a dona da empresa, ainda não localizada, esteve hospitalizada na noite de sábado.

O Estado de S.Paulo

18 Abril 2012 | 03h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.