Polícia Militar/ Divulgação
Polícia Militar/ Divulgação

Polícia prende 'vovó do crack' em casa, na região central de SP

Entre o material apreendido na residência da aposentada de 64 anos, estavam 100 pedras do entorpecente dentro de um urso de pelúcia; a filha e o genro também foram presos

Gheisa Lessa, Central de Notícias,

24 Agosto 2012 | 13h30

SÃO PAULO - A Polícia Civil prendeu em flagrante na manhã desta sexta-feira, 24, uma senhora conhecida como 'vovó do crack'. A senhora Isabel Marina Gomes, de 64 anos, estava em seu apartamento, na região central da capital paulista, onde foram encontradas 100 pedras do entorpecente dentro de um ursinho de pelúcia. A filha e o genro de Isabel também foram presos.

Durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão, agentes do 12º Distrito Policial (Pari) foram até um edifício residencial no número 207 da Rua Araguaia, no bairro Pari, região central de São Paulo. A senhora morava no apartamento 310 e a filha, Keila Mares Gomes Marciano, de 41 anos, residia o apartamento 303, junto com o marido, Engro Andreson Luiz Rodrigues, de 38 anos.

Dentro dos apartamentos foram encontradas e apreendidas 204 pedras de crack - 100 dentro de um urso de pelúcia na casa da aposentada e outras 104 no apartamento de Keila - além de R$ 570 em dinheiro.

O delegado titular do 12º DP, Éder Pereira da Silva, conta que a aposentada já tinha passagem pela polícia e chegou a ficar presa durante cinco meses em 2010. Ela estava sob liberdade provisória, concedida pela Justiça, quando voltou a ser investigada por agentes da mesma delegacia que a deteve na época.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.