Polícia prende três após assalto à família do presidente do TJ

Entre os detidos, estão dois menores e um homem de 19 anos

03 Julho 2012 | 15h18

São Paulo, 3 - Mais três suspeitos de participar da tentativa de assalto às familiares do presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), Ivan Sartori, foram presos nesta terça-feira, 3. Entre os detidos, estão dois menores e um homem de 19 anos.

A investigação do caso é feita no 83º Distrito Policial. A Polícia Civil prendeu o suspeito Vitor Hugo Viana, de 19 anos, na favela de Boqueirão, no bairro do Ipiranga, no sudeste da capital durante a madrugada desta terça. Os outros dois menores foram apreendidos pela Polícia Militar, também nesta madrugada.

Um quarto envolvido no assalto foi detido ainda na noite do domingo, 1, data da tentativa de roubo, em flagrante. O homem foi identificado após dar entrada no Pronto Socorro do Ipiranga com um tiro na perna.

A tentativa de assalto aconteceu na noite do último domingo, 1º, na região do Sacomã, na zona sul de São Paulo. A irmã do desembargador estava acompanhada da filha de Sartori, de 4 anos, em um carro oficial do Tribunal de Justiça que contava com escolta da Polícia Militar.

Seis suspeitos abordaram o veículo, mas a escolta notou a movimentação e reagiu a fim de evitar o roubo. Houve troca de tiros e os suspeitos fugiram a pé.

Mais conteúdo sobre:
violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.