Natália Costa de Morais Félix/Taliamolix/Instagram/Reprodução
Natália Costa de Morais Félix/Taliamolix/Instagram/Reprodução

Polícia prende terceiro suspeito de atropelar e matar estudante em SP

Natália Costa de Morais Félix dirigia em avenida da zona sul quando foi abordada por criminosos; quarto envolvido no crime está foragido

O Estado de S. Paulo

17 Junho 2015 | 09h32

SÃO PAULO - A Polícia Civil prendeu o terceiro suspeito de roubar, atropelar e matar a estudante de Biomedicina Natália Costa de Morais Félix, de 21 anos. Michel Oliveira de Souza, de 19 anos, foi pego na manhã desta terça-feira, 17, e teria confessado participação no crime. Um quarto suspeito ainda está foragido. 

O caso aconteceu no dia 24 de maio. Acompanhada da avó, a estudante dirigia seu carro na Avenida Professor Rubens Gomes de Souza, na zona sul da capital, quando foi abordada pelos bandidos. Segundo a polícia, os suspeitos teriam pedido para que as duas deixassem o veículo e se deitassem no asfalto. No momento da fuga, o carro atropelou Natália, que morreu na hora. A avó não sofreu ferimentos.

As investigações são conduzidas pelo Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic). O delegado Rogério Barbosa, da Delegacia de Investigações sobre Roubo e Latrocínio, afirma que Souza admitiu ter participado na morte da estudante.

"O preso revelou que participava de roubos na região desde 17 anos de idade. Tem passagem pela Fundação Casa por porte de arma", disse o delegado.

Três dias após o crime, os policiais do Deic haviam prendido Matheus José Pinheiro de Morais, também de 19 anos, e apreendido um adolescente de 17, apontado como o motorista do carro na hora do atropelamento. Os investigadores procuram ainda um quarto envolvido, conhecido como Zóio.

Mais conteúdo sobre:
Violência Polícia Civil Deic

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.