Polícia prende suspeito de matar jovem na Frei Caneca 

Testemunha reconheceu o autor do crime, que já havia sido condenado por roubo e tráfico

Ana Paula Niederauer, O Estado de S.Paulo

22 Agosto 2018 | 09h42

SÃO PAULO - A Polícia Civil prendeu nesta terça-feira, 22, um suspeito de participar da morte do estudante Maciel Teodoro Junior, de 28 anos, assassinado em julho em um assalto na rua Frei Caneca, na Bela Vista, região central da capital paulista.

Segundo a polícia, uma testemunha reconheceu o autor do crime, que já havia sido condenado por roubo e tráfico. O suspeito está detido na carceragem do 77ºDP, em Santa Cecília, região central de São Paulo.

No domingo, 8 de julho, Maciel Teodoro Júnior entrou com o namorado na rua Barbosa Rodrigues, na Consolação, centro paulistano, para esperar um Uber. Parado na calçada, o casal foi surpreendido por dois assaltantes armados: "Passa o celular!". No susto, Teodoro fez um movimento brusco, foi baleado e se tornou a segunda vítima de latrocínio (roubo seguido de morte) na região nos últimos dez anos.

Imagens de câmeras de segurança, recolhidas pelo 4.º Distrito Policial (Consolação), indicam que os bandidos desceram de uma moto e, um de cada lado, abordaram o casal. O assaltante, então, atirou uma vez e fugiu. Baleada, a vítima se levantou e tentou correr. Caiu na esquina seguinte e foi socorrido no Hospital das Clínicas, onde morreu.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.