Polícia prende suspeito de matar irmão do deputado Said Mourad

Crime aconteceu em fevereiro deste ano, em Sacomã, quando a vítima saia de uma agência bancária

Solange Spigliatti,

13 de abril de 2011 | 12h54

SÃO PAULO - A polícia prendeu nesta quarta-feira, 13, um dos suspeitos de matar o empresário Ali Said Mourad, irmão do deputado estadual Said Mourad (PSC), durante uma tentativa de assalto no Sacomã, na zona sul de São Paulo, em fevereiro deste ano.

 

O empresário, de 51 anos, foi abordado por dois bandidos em uma moto ao sair de uma agência do Bradesco pouco antes do meio-dia. Ele foi baleado nas costas. Os ladrões acreditavam que ele levava R$ 5 mil, mas o dinheiro havia sido usado para pagar contas. O autor do disparo já havia sido preso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.