Cristiane Kampf/Assessoria de Imprensa da FCA/Unicamp
Cristiane Kampf/Assessoria de Imprensa da FCA/Unicamp

Polícia prende suspeito de matar estudante da Unicamp em Limeira

A jovem Sandy Andrade Santos foi encontrada morta em uma trilha a cerca de 2,5 quilômetros da faculdade

Ludimila Honorato, O Estado de S. Paulo

03 Abril 2017 | 21h26

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Limeira prendeu nesta segunda-feira, 3, um suspeito de matar a estudante Sandy Andrade Santos, de 21 anos. Ela cursava Engenharia de Manufatura na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) em Limeira e foi encontrada morta na sexta-feira, 31, às 7 horas, em uma trilha, a cerca de 2,5 quilômetros da faculdade, com ferimentos no pescoço causados por estrangulamento, de acordo com a Polícia Militar.

O suspeito - cuja identidade não foi revelada - será levado para a delegacia a fim de prestar depoimento e ser reconhecido por testemunhas. Segundo a DIG, as informações sobre o caso serão passadas em uma coletiva de imprensa nesta terça, às 10h, na Delegacia Seccional de Limeira.

Na tarde desta segunda, a Faculdade de Ciências Aplicadas da Unicamp (FCA) convocou uma reunião de mobilização geral por segurança. Em nota, o diretor da Faculdade, Prof. Dr. Peter Alexander Bleinroth Schulz, decretou luto oficial por cinco dias.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.