Polícia prende suspeito de latrocínio em Pinheiros

Vítima que levou dois tiros na cabeça em assalto foi identificada como Rosália Albuquerque, de 37 anos

Ricardo Valota, Paulo Maciel e Daniela do Canto, do estadão.com.br,

06 Fevereiro 2009 | 03h31

Investigadores da Delegacia Seccional Oeste detiveram, na noite de quinta-feira, 5, Francisco de Freitas Xavier, um dos suspeitos de participar do latrocínio que resultou na morte de Rosália Albuquerque, de 37 anos. Ela levou dois tiros na cabeça na Rua Antonio de Gouveia Giudice, no Alto de Pinheiros, mesma rua onde o governador José Serra tem um casa. A vítima foi identificada apenas no final da noite.   Veja também: Mulher morre após ser baleada em suposta tentativa de assalto Tiroteio deixa um morto e ao menos 5 feridos na zona sul de SP   No roubo, ocorrido às 14 horas, dois assaltantes, que estavam numa moto azul, levaram a bolsa de Rosália, inclusive os documentos. Mesmo encaminhada ao Hospital Panamericano, a vítima não resistiu e morreu. Acredita-se que Rosália estava sendo seguida pela dupla. O delegado seccional oeste, Jorge Carlos Carrasco, falará com a imprensa na manhã desta sexta-feira sobre as investigações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.