Polícia prende rapaz suspeito de cometer estupros na região da Unicamp

Segundo o delegado responsável pelo caso, não foi registrada nenhuma vítima dentro do campus

Marcela Bourroul Gonsalves, estadão.com.br

23 de agosto de 2011 | 18h13

SÃO PAULO - Um rapaz suspeito de cometer roubos seguidos de estupro foi preso na manhã desta segunda-feira, 22, em Barão Geraldo, distrito de Campinas, onde fica a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Segundo o delegado responsável pelo caso, não foi registrada nenhuma vítima dentro do campus, mas outras três pessoas já o reconheceram como autor dos crimes que aconteceram na região.

Segundo a polícia, ele violentava as vítimas dentro de seus carros. Com uma moto, ele se aproximava dos veículos estacionados e abordava quem estivesse dentro do carro com um revólver, forçando a pessoa a abrir a porta. Logo depois, ele recolhia os objetos de valor e, antes de fugir, cometia o estupro.

Antes de ser preso, o suspeito afirmou aos policiais que o abordaram que tinha uma fratura no órgão genital, o que levantou ainda mais suspeitas contra ele. Outras testemunhas estão sendo chamadas para reconhecê-lo. Ele foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Campinas-Hortolândia, onde cumprirá prisão temporária.

Tudo o que sabemos sobre:
UnicampestuproprisãoCampinas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.