Polícia prende na zona norte dono de depósito de botijões

A 1ª Delegacia de Crimes Contra o Consumidor estourou ontem um depósito clandestino de GLP na Rua Nossa Senhora Aparecida, no Horto Florestal, zona norte de São Paulo, e apreendeu 193 botijões de gás de cozinha.

O Estado de S.Paulo

15 Outubro 2011 | 03h02

O dono, o comerciante Antônio Ailson de Lima, de 34 anos, foi preso em flagrante. "Nós recebemos uma denúncia de que ele estava negociando clandestinamente o gás e fomos verificar", afirmou o delegado Marcos Gomes de Moura.

Eram 11 horas quando os homens da delegacia chegaram ao lugar. O local tinha botijões grandes, médios e pequenos. Segundo o delegado, o comerciante recarregava os botijões pequenos, transferindo para eles o gás dos grandes, e mantinha o depósito havia cinco anos em área residencial.

"Ele não tinha licença para guardar ou vender o gás e isso é crime punido com 1 a 5 anos de prisão." O acusado alegou inocência. / MARCELO GODOY

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.