Polícia prende mais 2 traficantes de drogas de quadrilha em SP

Foram apreendidos 7,2 mil quilos de cocaína pura; investigações já levaram a prisão de 6 traficantes

Paulo R. Zulino, de O Estado de S. Paulo,

03 de março de 2008 | 14h53

Mais dois integrantes de uma quadrilha de traficantes de drogas foram presos, durante a madrugada desta segunda-feira, 3, em Itu, no interior de São Paulo. Policiais civis da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) de Sorocaba apreenderam 7,2 mil quilos de cocaína pura com J.B.S., de 35 anos, e E.M.S., de 44.  De acordo com a Secretaria Estadual de Segurança Pública, a droga foi apreendida na avenida Nove de Julho, na região central do município. O entorpecente estava escondido numa Parati entre o tanque de gasolina e o porta-malas. Segundo o delegado titular da Seccional de Sorocaba, André Moron, as prisões são resultado das investigações iniciadas pela DISE há 24 dias, quando policiais civis descobriram um laboratório de refino de cocaína em um sítio, em Salto de Pirapora, município na região de Sorocaba.  No local, foram apreendidos 10 quilos de crack. No dia da operação, um traficante morreu após atirar contra os policiais, que revidaram. Desde o início das investigações, foram detidos seis traficantes e apreendidos 44,1 quilos de cocaína e 13 quilos de crack. Na madrugada da última quinta-feira, 28, foram apreendidos cerca de 36 mil quilos de cocaína pura e 3 mil quilos de crack, em Itu.  Após descobrir que as drogas seriam transportadas para São Paulo, os agentes da DISE montaram campana num posto de combustíveis situado na Rodovia SP-75 e realizaram o flagrante.  Os tóxicos estavam embalados em 50 pacotes - 46 de cocaína e 4 de crack - e foram escondidos no assoalho falso na caçamba de uma caminhonete. Foram detidos três homens do Mato Grosso do Sul e um de São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
QuadrilhadrogasSorocaba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.