Polícia prende homem e solta vítima de seqüestro-relâmpago

Mulher foi abordada em avenida da zona sul e obrigada a circular com assaltantes sacando dinheiro

25 de outubro de 2007 | 14h53

A Polícia Militar prendeu um homem de 22 anos e libertou uma estudante vítima de seqüestro-relâmpago, na noite de terça-feira, 23, na rua Simão Rodrigues Henriques, bairro do Campo Limpo, na zona sul da Capital. Outros dois bandidos fugiram.   De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, a mulher estava no carro com um dos assaltantes e foi encontrada por policiais que viram o veículo fechando a passagem de um ônibus.   A mulher foi abordada na avenida Engenheiro Luiz Carlos Berrini, no Brooklin, na zona sul de São Paulo, por três homens quando chegava na faculdade em que estuda.   Ela foi obrigada a entrar em seu carro e circular com os acusados enquanto eles tentavam sacar dinheiro em caixas eletrônicos. Ela disse que foi ameaçada com um revólver calibre .38, que foi encontrado pelos PMs sob um dos bancos do veículo.

Tudo o que sabemos sobre:
São PauloPolíciaSeqüestro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.