Polícia prende gangue suspeita de planejar roubo contra lojas em Moema

Segundo a polícia, já foram registrados nove crimes com essas características na região somente este ano

Bruno Lupion, do estadão.com.br

08 de junho de 2010 | 08h50

 

SÃO PAULO - Três homens suspeitos de planejar um roubo contra lojas de roupas em Moema, zona sul da capital, foram presos na madrugada desta terça-feira, 8, por volta das 2h30. Apelidados de "gangue do estilingue", eles portavam um revólver calibre 38, ponteiras de metal, um estilingue e diversas pedras ornamentais, que supostamente seriam usadas para quebrar as vitrines. Segundo a polícia, já foram registrados nove crimes com essas características na região de Moema neste ano.

 

"Muitas lojas por aqui têm vitrines de vidro, que favorecem este tipo de ação. Eles usam as pedras para quebrar a vitrine, roubam os objetos e fogem em seguida", afirmou o soldado Edson Correa.

 

Os três suspeitos, que não tiveram os nomes divulgados, estavam em um Corsa prata na Avenida Rouxinol, altura do nº 747, e foram abordados por policiais que faziam patrulhamento de rotina. Após vistoria no veículo e localização da arma, os três foram encaminhados ao 96º DP (Monções). Um deles era procurado pela Justiça.

 

Roubos a lojas com rompimento de vitrine registrados na região de Moema neste ano:

 

11 de janeiro - Rua Canário, 1346

12 de janeiro - Avenida Santo Amaro, 2386

9 de fevereiro - Alameda dos Arapanés, 1214

10 de fevereiro - Alameda dos Arapanés, 1491

9 de março - Avenida João Castaldi, 762

10 de abril - Rua Itaiópolis, 5

17 de abril - Rua Gaivota, 1288

20 de abril - Avenida Bem Te Vi, 111

27 de abril - Alameda Jauaperi, 1343

Tudo o que sabemos sobre:
MoemaestilingueSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.