Polícia prende filho acusado de espancar a mãe em São Paulo

Documento levado por filha apontava causa da morte como natural, mas laudo do IML acusou traumatismo

Elvis Pereira, estadao.com.br

04 de julho de 2008 | 15h57

A Polícia Civil prendeu um filho acusado de espancar a própria mãe na capital paulista. Ela ainda foi socorrida, mas não resistiu aos ferimento e morreu. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), em 2 de junho, a filha da mulher foi até o 40.º Distrito Policial, da Vila Santa Maria, com um documento emitido pelo hospital no qual a causa da morte da vítima era apontada como natural.  Laudo do Instituto Médico-Legal (IML), no entanto, revelou que o motivo havia sido traumatismo craniano. A polícia, que havia registrado a ocorrência com base na versão inicial, passou a investigar o caso e descobriu que o filho havia agredido a mãe após uma discussão. Depois de feri-la, ele chamou o resgate, que levou a vítima para um hospital, onde ela morreu. A SSP não soube informar os nomes dos envolvidos e do hospital.

Tudo o que sabemos sobre:
SSPpolíciaagressão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.