Polícia prende 61 suspeitos no primeiro dia com efetivo extra nas ruas

Cinco mil homens do setor administrativo reforçam o patrulhamento; ação é resposta a assassinatos de PMs no Estado

11 de outubro de 2012 | 14h48

SÃO PAULO  - A Polícia Militar prendeu 61 suspeitos em fragrante no primeiro dia da "Operação Saturação", iniciada nesta quarta-feira, 10, para coibir os últimos surtos de violência no Estado - em especial, na Região Metropolitana e na Baixada Santista. As prisões foram realizadas entre as 15h e as 23h, período em que foram feitas 21,8 mil abordagens e 15,7 mil vistorias em veículos.

A investida da polícia se vale de um acréscimo de 5 mil homens nas ruas, deslocados de setores administrativos da corporação. Áreas com maior número de mortes violentas nos últimos dias estão sendo priorizadas pelo policiamento de choque, como a zona sul da capital, a Baixada Santista e determinadas cidades da Grande São Paulo, como Taboão da Serra, Embu das Artes e Guarulhos. Essas regiões registraram recentemente mortes de policiais e crimes com características de execução.

Além dos flagrantes, 28 procurados foram capturados e 29 adolescentes apreendidos. Também foram apreendidos 31 veículos roubados, 1,5 quilo de drogas (maconha, cocaína e crack) e oito armas de fogo. Um total de 1,6 mil motoristas foram submetidos ao teste do bafômetro, sendo que dez foram multados por dirigir sob efeito de álcool.

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
saturaçãopmoperação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.