Polícia prende 6, por tráfico, na cracolândia

A Polícia Civil cercou na noite de anteontem cerca de 300 usuários de crack na cracolândia, centro de São Paulo, e deteve seis acusados de vender as pedras na região. Os traficantes - entre eles uma adolescente - eram monitorados há 30 dias. Com eles, foram recolhidos R$ 1,7 mil em dinheiro, 91 pedras de crack e cinco facas.

Elvis Pereira, O Estado de S.Paulo

09 de abril de 2011 | 00h00

A operação teve início na noite de quinta-feira e estendeu-se até a madrugada de sexta. Cerca de 50 policiais fecharam a Rua Gusmões, entre a Avenida Rio Branco e a Rua Santa Efigênia. Usuários de crack costumam se concentrar ali a partir do início da noite e ficam até a madrugada. São adultos, crianças e idosos, de ambos os sexos.

Os policiais temiam uma reação em massa dos usuários. Mas eles não ofereceram resistência ao perceber que os alvos eram apenas os vendedores da droga. Levados à delegacia, os seis detidos negaram que fossem traficantes, mas foram confrontados com vídeos da polícia. Na rua, os traficantes permanecem com poucas pedras e, ao longo da noite, são abastecidos periodicamente. "Vamos dar continuidade às investigações para saber quem está abastecendo esses traficantes", afirmou o delegado Kleber Antônio Torquato Altale. / COLABOROU BRUNO LUPION

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.