Polícia prende 15 e estoura laboratório de drogas na zona sul de SP

Todo o manuseio da droga era feito por mulheres, a maioria vinda do interior de Alagoas

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

10 Março 2011 | 01h50

SÃO PAULO - Agentes do Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc) prenderam, na tarde de quarta-feira, 9, numa casa, no bairro do Ipiranga, zona sul de São Paulo, uma quadrilha formada por pelo menos 15 pessoas, entre elas nove mulheres, sendo uma adolescente.

No imóvel, de dois andares e protegido por uma cerca elétrica, toda a droga - vinda da Bolívia - era preparada e embalada para posterior distribuição no Glicério, região central de São Paulo, em bairros da zona leste e na Favela Heliópolis, zona sul da capital. Todo o manuseio da droga era feito pelas mulheres - a maioria vinda do interior de Alagoas - sempre vigiadas pelos traficantes.

A residência nunca levantou suspeita de vizinhos, pois lá os traficantes moravam com a família e sempre crianças saíam para ir à escola. Os policiais apreenderam cerca de 200 kg de crack e cocaína, duas balanças de precisão e aproximadamente 100 mil cápsulas plásticas e outros objetos utilizados para a embalagem da droga. Pelas anotações encontradas em papéis dentro da casa, acredita-se que o esquema tenha começado no segundo trimestre de 2010.

Mais conteúdo sobre:
polícia drogas apreensão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.