Polícia pede prisão de um dos suspeitos de matar jovem na Grande SP

Para a polícia de São Paulo, um dos assassinos é vizinho de Vanessa Duarte, de 25 anos, que foi encontrada morta neste domingo, 13, em um matagal de Vargem Grande Paulista

Estadão.com.br,

18 Fevereiro 2011 | 19h00

SÃO PAULO - Um dos suspeitos de matar a supervisora de vendas Vanessa Duarte, de 25 anos, teve prisão temporária pedida nesta sexta-feira, 18, pela Polícia Civil de Santana de Parnaíba. Dois suspeitos do crime já tiveram retrato falado divulgado, mas por enquanto nenhum foi encontrado.

 

Para a polícia de São Paulo, um dos assassinos é vizinho de Vanessa. "Infelizmente, é uma pessoa próxima da vítima. Não é parente e não é do relacionamento pessoal dela", disse ontem o delegado Zacarias Tadros, responsável pela investigação.

 

O corpo de Vanessa foi encontrado por volta das 18h de domingo em um matagal da Rua Rio Tajapuru, em Vargem Grande Paulista, na região metropolitana. Ao lado do corpo foram encontradas dois preservativos - um usado e outro, não. Uma moradora da região disse que viu quando o veículo foi deixado no local por um homem.

 

Vanessa desapareceu no sábado, quando saiu pela manhã da casa de seu noivo em Barueri. Ela iria encontrar três amigas em Carapicuíba, de onde seguiriam para um curso no bairro do Jaguarpe, na zona oeste. O carro que a jovem usava foi encontrado abandonado em Vargem Grande Paulista pela Polícia Militar, na manhã de sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.