Polícia ouve suspeito de morte de estudante na USP

Felipe Ramos de Paiva foi morto por dois homens no estacionamento da FEA, ao sair da aula

Solange Spigliatti, Central de Notícias

20 de maio de 2011 | 16h08

SÃO PAULO - Agentes do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) estão ouvindo na tarde desta sexta-feira, 20, uma pessoa que pode ser um dos suspeitos no envolvimento no assassinato de um estudante, na Universidade de São Paulo, (USP), na quarta-feira, 18. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o homem está sendo averiguado e será investigado.

 

Veja também:

linkDupla circulou 1 hora pela USP e abordou outro aluno

linkEstudante passou de estagiário a sócio de empresa

som Reitor admite que guarda não garante segurança

video VÍDEO: Estudantes discutem falta de segurança

forum OPINE: A PM deve entrar no câmpus da USP?

 

O estudante Felipe Ramos de Paiva, de 24 anos, foi morto por dois homens que circularam no saguão e nas imediações da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP por pelo menos uma hora antes do crime. O jovem, que cursava o 4.º ano de Ciências Atuariais, foi assassinado com tiro na cabeça, no estacionamento da instituição.

 

Segurança. O Conselho Gestor da USP decidiu, em reunião realizada também nesta sexta-feira, encaminhar à reitoria da universidade um pedido para o desenvolvimento de um protocolo para definir a ação da Polícia Militar no câmpus do Butantã. O pedido deve ser enviado para análise do reitor João Grandino Rodas ainda hoje.

 

Caso seja aprovado, uma nova reunião - ainda sem data definida - do conselho vai estabelecer as medidas práticas que serão tomadas para aumentar a segurança na Cidade Universitária.

Tudo o que sabemos sobre:
USPSPsuspeitoassassinatoDHPP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.