Polícia Militar reforçará batalhões que irão guardar as armas

Entre outras medidas, haverá sistema eletrônico de monitoramento e reforço nas instalações físicas

Marcela Bourroul Gonsalves, estadão.com.br

03 de agosto de 2011 | 21h33

SÃO PAULO - A Polícia Militar informou comunica que vai adequar suas instalações para receber as armas que antes ficavam guardadas nos fóruns. Haverá reforço nas instalações físicas, reformas, construção de prateleiras para acondicionamento, sistema eletrônico de monitoramento, entre outras medidas.

Não serão todas as unidades que receberão essa incumbência. O Comando Geral vai definir quais realizarão a guarda das armas, levando em conta critérios como a quantidade de armas, a distância dos fóruns, a segurança da instalação, o espaço físico e a análise de risco.

O prazo para o início das transferências das armas para as unidades da Polícia Militar está estimado em 120 dias, tempo necessário para adequação dos procedimentos com o poder judiciário. As armas que já estão liberadas serão encaminhadas ao Exército Brasileiro para a devida destruição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.