Polícia mata traficante mais procurado do RJ

O traficante Márcio José Sabino Pereira, o Matemático, o mais procurado do Estado do Rio, foi morto na noite de sexta-feira em confronto com a polícia. O corpo foi encontrado ontem de manhã em um carro, em Bangu, zona oeste da capital, área em que sua quadrilha atua, ainda não coberta pelas Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). A operação mobilizou agentes das Polícias Federal, Civil e Militar.

O Estado de S.Paulo

13 de maio de 2012 | 03h03

Segundo a polícia, Matemático era chefe do tráfico de drogas nas Favelas da Coreia e Taquaral, em Senador Camará, e Vila Aliança, em Bangu. O carro com o corpo foi localizado ao lado de uma escola municipal, em um dos acessos à Vila Aliança. Ele levou tiros numa perna e nas costas, disparados por um atirador de elite de helicóptero da Polícia Civil. Comparsas tentaram prestar socorro, mas, por causa da grande quantidade de policiais bloqueando as saídas, abandonaram-no e fugiram.

Matemático era investigado em 26 inquéritos e havia 15 mandados de prisão contra ele, por tráfico, associação para o tráfico e formação de quadrilha. O cerco vem de março e se intensificou em maio, com operações sistemáticas nas Favelas da Coreia e Taquaral. Há 22 dias, foi preso seu braço direito. Logo o valor da recompensa oferecida pelo Disque-denúncia subiu de R$ 3 mil para R$ 10 mil. Imediatamente, o número de informações aumentou. / ROBERTA PENNAFORT

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.