Polícia investiga suposto segundo agressor que feriu idosa a machadadas

Homem foi preso dias depois de ter invadido casa da vítima em Santo André, no ABC paulista, para roubar um botijão de gás; com 89 anos, mulher está em estado grave

Priscila Trindade, do estadão.com.br

25 de junho de 2010 | 20h01

SÃO PAULO - A polícia investiga a participação de um possível comparsa no crime em que uma idosa de 89 anos foi ferida a machadadas na última segunda-feira, 21, em Santo André, no ABC paulista.

 

Rogério Gonçalves, de 22 anos, foi preso dois dias depois de ter invadido a casa da vítima para roubar um botijão de gás no Jardim das Maravilhas. Ele foi preso depois que uma testemunha auxiliou a polícia a fazer um retrato falado.

 

Segundo o Centro Hospitalar Municipal de Santo André, a aposentada continua em estado grave de saúde e internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.