Polícia investiga morte de garoto que teve parada cardíaca

Em março, Conselho Tutelar de Ribeirão Preto recebeu denúncia de violência doméstica contra o menino

Brás Henrique, O Estado de S.Paulo

13 de junho de 2008 | 19h00

A Polícia Civil de Ribeirão Preto está investigando a morte do menino P. H. R., de 5 anos, ocorrida na quinta-feira, 12. Com parada cardíaca, ele tinha o pulso quebrado e foi levado ao Hospital Santa Lydia, onde morreu.O corpo do menino foi sepultado nesta sexta-feira, 13, em Araraquara, onde reside o pai, Odair Donizete Rodrigues, que é policial militar.  O boletim de ocorrência foi registrado como morte suspeita. O menino morava com a mãe e o padrasto, num condomínio, no Parque dos Lagos, próximo à Rodovia Anhangüera. Houve uma denúncia de violência doméstica contra o menino, em março deste ano, no 1º Conselho Tutelar, que não confirmou a suspeita. A polícia aguarda resultados de exames encaminhados para serem realizados em São Paulo e está ouvindo vizinhos, testemunhas e parentes.  O caso está sendo investigado pela delegada Maria Beatriz Moura Campos, do Setor de Homicídios, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG). Ela já teria ouvido vizinhos relatarem possíveis agressões da mãe e do padrasto ao menino. A delegada não foi localizada pela reportagem do Estado nesta sexta-feira e só deverá se manifestar durante a semana sobre o caso. Ela também teria ido a Araraquara para ouvir Odair Rodrigues. Em 11 de março deste ano, o 1º Conselho Tutelar do município recebeu uma denúncia anônima de que o menino teria sido vítima de violência doméstica e de suposta negligência de familiares. "Não conseguimos contatar a família", informou o conselheiro Glauber da Silva.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.