Polícia identifica suspeito de matar seguranças durante roubo a carro-forte

Em setembro, bandidos atacaram carro em um posto de gasolina na Estrada de Guavirutuba, em SP

estadão.com.br,

25 de outubro de 2010 | 09h12

SÃO PAULO - A Polícia Civil de São Paulo identificou um dos responsáveis pela execução de dois seguranças durante roubo a um carro-forte em 11 de setembro na Vila Bom Jardim, zona sul da capital. Segundo a Delegacia de Repressão a Roubo de Joias, do Departamento de Investigações sobre Crime (Deic), o assassino seria o eletricista Alessandro dos Santos Farias, o San, de 27 anos, detido 18 após o crime durante um novo ataque a veículo de transporte de valores.

 

A descoberta aconteceu durante as investigações sobre o roubo de relógios em loja do Shopping Ibirapuera ocorrido em 13 de julho. Os agentes cruzaram informações sobre quadrilhas envolvidas nesse tipo de assalto e inicialmente prenderam Jefferson Ferreira da Andrade, o Nex, de 34, com um Fiat Punto roubado. Segundo a polícia, não ficou comprovada sua participação no ataque à relojoaria.

 

Farias também era suspeito do roubo, mas acabou apontado pelas mortes dos seguranças e testemunhas o reconheceram, segundo os policiais. Os assassinatos ocorreram em um posto de gasolina na Estrada de Guavirutuba, onde um caixa eletrônico seria abastecido de cédulas pelo carro-forte. Segundo o delegado José Antônio do Nascimento, titular da DRRJóias, as vítimas não tiveram tempo de reagir. "Os ladrões chegaram atirando. Não permitiram a reação", disse.

 

A prisão de Farias aconteceu em Cidade Ademar, também na zona sul, quando ele assaltava um carro-forte que abastecia caixas eletrônicos instalados em outro posto de combustíveis, segundo a polícia. O eletricista portava uma pistola .380 e apresentava passagens anteriores por roubo, receptação e formação de quadrilha.

Tudo o que sabemos sobre:
assaltocarro-fortePolícia Civil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.