Polícia identifica mulher que mandou entregar brigadeiro envenenado a jovem

A Delegacia de Homicídios de Curitiba identificou a suspeita de ter mandado entregar, no dia 12, uma caixa com brigadeiros envenenados a uma adolescente - o que provocou a internação de outras quatro. Margareth Aparecida Marcondes, de 45 anos, mora em Joinville (SC) e está desaparecida. A Polícia Civil, porém, não descarta que tenha sido sequestrada ou mesmo que esteja morta: na quinta-feira, foi achado sangue em sua casa e o marido dela estava internado.

O Estado de S.Paulo

28 Março 2012 | 03h03

Segundo a polícia do Paraná, Margareth faz doces e já teria sido contratada para organizar a festa de 15 anos de uma das jovens. Foi encontrado um pacote de chumbinho em sua casa. As adolescentes envenenadas já estão em casa.

O carro da mulher suspeita também está desaparecido. O delegado de Homicídios de Curitiba, Rubens Recalcatti, acentuou que a motivação da tentativa de homicídio somente será esclarecida após a mulher ser encontrada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.