Polícia identifica 'laranja' usado por líder do PCC

Homem era usado para comprar imóveis de luxo por 'balengo', que foi morto em 8 de novembro

Ricardo Valota, do estadao.com.br,

10 Dezembro 2008 | 03h52

A Polícia Civil de São Paulo, por meio da Delegacia de Repressão a Roubo a Bancos (DRRB) do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic), levantou nos últimos dias dados que permitiram a identificação de um "laranja" do Primeiro Comando da Capital (PCC). O homem era usado por Carlos Alberto da Silva, o "Balengo", 30 anos, integrante da facção criminosa, na compra de imóveis de luxo. Veja também:Paraguai apreende 652 quilos de maconha do PCC  Os imóveis, comprados com dinheiro proveniente dos assaltos, ficam nas cidades de Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, e em Bertioga, no litoral norte paulista. O sobrado na praia conta com trabalho paisagístico e piscina. A residência em Mogi é uma obra de alto padrão e custa R$ 800 mil. Ronaldo Julio de Oliveira, o "laranja", foi indiciado por formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Balengo, que era considerado o principal integrante do PCC fora da cadeia, foi morto em 8 de novembro deste ano em uma troca de tiros com a polícia após sua quadrilha assaltar uma agência do Banco Real em Guarulhos. O assalto e a perseguição cinematográfica, que terminou com uma família refém no bairro de Tremembé, na zona norte de São Paulo, deixou um saldo de 3 mortos e 12 feridos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.