Polícia identifica autor dos disparos em trem da CPTM

Autor dos tiros é tio de uma das vítimas e permanece foragido, diz delegado responsável pelo caso

RITA CIRNE, Agencia Estado

29 de dezembro de 2009 | 17h17

A polícia disse ter identificado nesta terça-feira, 29, o autor dos tiros que atingiram três pessoas na noite de segunda, na plataforma da estação Jaraguá, na linha 7 Rubi da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), na zona norte de São Paulo.

 

De acordo com o delegado titular do 46º DP, Alexandre Cavalheiro, o autor dos tiros é tio de uma das vítimas e permanece foragido. O delegado solicitou que as imagens gravadas pela CPTM e só depois de estudá-las decidirá se vai divulgá-las.

 

A Secretaria de Segurança Pública informou que um segurança da CPTM testemunhou a ação do criminoso. Ele teria discutido com um rapaz de 28 anos, que percebeu que seria morto e tentou entrar no trem que parava junto à plataforma, mas não conseguiu.

 

Vários tiros foram disparados contra o rapaz, que foi atingido nas costas e no peito. Um dos tiros atingiu o braço de outro passageiro, de 34 anos. Uma mulher também ficou ferida, mas apenas de raspão e nas costas. Todos foram encaminhados ao pronto-socorro do Hospital Estadual Geral de Parada de Taipas.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulotiroteiotremautor

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.