Polícia Federal prende suspeitos de envolvimento com máfia japonesa

O crime ocorreu em Tóquio, em 2001, mas o cumprimento da pena será no Brasil

Priscila Trindade, estadão.com.br

05 de outubro de 2011 | 16h58

SÃO PAULO - A Polícia Federal de São Paulo prendeu na terça-feira, 4, duas pessoas suspeitas de envolvimento com a máfia japonesa. Os dois homens, acusados por crimes praticados no Japão em junho de 2001, foram presos nas cidades de Campinas e Mogi das Cruzes.

Os presos entraram na casa das vítimas na madrugada do dia 4 de junho de 2001, na cidade de Tóquio. Eles executaram um homem e espancaram a mulher da vítima. Depois, os acusados fugiram para o Brasil.

Segundo as investigações realizadas no Japão, os presos receberam 3 milhões de ienes - aproximadamente R$ 71 mil - de pessoas ligadas à máfia japonesa Yakuza para praticar os crimes.

Os dois foram denunciados pelo Ministério Público de São Paulo. Os mandados de prisão foram expedidos pelo 5º Tribunal do Júri e os presos responderão, no Brasil, pelos crimes de homicídio qualificado e tentativa de homicídio, com penas que variam de quatro a 30 anos de prisão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.