Polícia fecha fábrica de agasalhos clandestina na zona leste de São Paulo

Deic começou a investigar confecção a partir de apreensões na região da 25 de Março e do Brás

Priscila Trindade, Central de Notícias

24 de maio de 2011 | 08h31

SÃO PAULO - A Polícia Civil fechou uma confecção que produzia agasalhos esportivos em Ermelino Matarazzo, na zona leste de São Paulo, na tarde de segunda-feira, 23. Um comerciante, de 29 anos, responsável pelo estabelecimento, foi detido.

A equipe do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic) passou a apurar a atividade da confecção ilegal a partir de apreensões realizadas nos comércios populares nas regiões da 25 de Março e do Brás.

No local vistoriado na segunda-feira também foram apreendidas 19 máquinas industriais de costura e mil peças prontas. Pelo menos 10 pessoas trabalhavam no imóvel. O preso foi autuado por crimes contra relação de consumo e contra marcas. Os agasalhos passarão por perícia.

Tudo o que sabemos sobre:
produtos piratasdeicpolícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.