Polícia fecha desmanche e prende 8

Um esquema que desmanchava carros e levava as peças para Santa Catarina, Minas e várias cidades do Nordeste foi desbaratado ontem em Santo André, na grande São Paulo. Agentes da 3.ª Delegacia de Polícia de Investigações sobre Desmanches Defeituosos (Divecar) prenderam oito pessoas em uma loja de autopeças, incluindo o dono, seis funcionários e o motorista de um Ford Fiesta furtado no domingo, 29, em São Bernardo do Campo.

O Estado de S.Paulo

05 de maio de 2012 | 03h04

A polícia acredita que pelo menos 30 veículos estavam no desmanche, que recebia uma média de seis automóveis por dia, a maioria seminovos e de passeio. Segundo o delegado Marcelo Bianchi, da 3.ª Divecar, a logística montada para a linha de desmontagem era muito ágil. "Eles conseguiam fazer todo o processo em 20 minutos, o que permitia uma grande movimentação de carros", diz.

A polícia monitorava a loja havia três meses. Para evitar problemas nas remessas, feitas por caminhão, o material era vendido com nota fiscal. Os policiais ainda não sabem se as empresas que recebiam as peças conheciam as origens ilícitas. "A investigação deve demorar algum tempo, pois envolve outros Estados", afirma Bianchi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.