Polícia faz reconstituição de chacina em Goiás

A Polícia Civil de Goiás fez ontem a reconstituição da chacina que deixou sete mortos, no sábado, na Fazenda Nossa Senhora de Aparecida, em Doverlândia. Aparecido Souza Alves, de 22 anos, um dos executores confessos, participou da encenação do crime. No entanto, segundo a delegada geral, Adriana Accorsi, a investigação "não avançou", porque "o rapaz não colaborou". Os peritos devem voltar à cena do crime na segunda-feira para nova reconstituição. A polícia acredita na existência de mais pessoas envolvidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.