Polícia faz perícia em carro da namorada do suspeito de matar irmãs de 15 e 16 anos

CUNHA (SP)

, O Estado de S.Paulo

31 Março 2011 | 00h00

A polícia de Guaratinguetá realizou ontem em Cunha, a 225 km de São Paulo, perícia no carro da namorada de Ananias dos Santos, principal suspeito de ter matado as irmãs J.V.O., de 15 anos, e J.L.O., de 16. Os corpos foram encontrados na segunda-feira. Segundo o delegado Marcelo Vieira Cavalcanti, nada foi encontrado.

A mulher, de 50 anos, se relacionava com Santos, de 28, há cerca de um ano e teve a prisão provisória negada pela Justiça. Santos teve prisão decretada e está foragido. A polícia suspeita que ela tinha ciúme da menina de 15, morta por Santos como prova de amor. Em depoimento à polícia na terça-feira, a mulher teria confirmado que Santos dormiu em sua casa dia 23, quando as meninas sumiram.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.