Arquivo pessoal/Reprodução
Arquivo pessoal/Reprodução

Polícia fará retrato falado de mulher que roubou bebê em shopping

Suspeita levou recém-nascido da mãe de dentro do Tivoli Shopping, em Santa Bárbara d'Oeste, interior de São Paulo

Ricardo Brandt , O Estado de S. Paulo

22 de agosto de 2013 | 14h02

CAMPINAS - A delegada Olívia dos Santos Fonseca ouve nesta quinta-feira, 22, os depoimentos de testemunhas que podem ajudar na elaboração de um retrato falado da mulher que roubou um recém-nascido de 22 dias da mãe, dentro do Tivoli Shopping, em Santa Bárbara d'Oeste, interior de São Paulo, na noite de terça-feira, 20.

A Polícia Civil já tem as imagens das duas suspeitas que aparecem fugindo do shopping com o bebê no colo. A mãe da criança tem 15 anos e pode ter sido dopada por uma mulher que se aproximou da família durante a gravidez dizendo ser de uma organização não governamental (ONG) e se identificava como Márcia.

Apesar de usar peruca escura e lente nos olhos verdes, a suspeita é loira de cabelos longos. "Vamos ouvir uma pessoa que atendeu ela no shopping e a família", afirmou a delegada que trabalha com a hipótese de trafico internacional de crianças.

A suspeita levou a mãe da criança para o shopping para pagar um lanche para ela, teria dopado a menina e depois fugido com a criança. Um taxista que levou as duas suspeitas e o bebê para um ponto de ônibus, de onde elas seguiriam para Americana, na noite do crime, também deve ser ouvido.

Tudo o que sabemos sobre:
bebêshoppping

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.