Polícia estoura laboratório de refino de drogas na zona leste

Policiais foram até a casa após denúncia de que assassino de investigador estaria escondido no local

Ricardo Valota, do estadão.com.br ,

30 de maio de 2008 | 06h06

No início da noite de quinta-feira, 29, a polícia estourou uma casa usada como laboratório de refino de drogas na Favela do Parque Santa Madalena, na zona leste da capital paulista. Os policiais apreenderam três espingardas calibre 12, cerca de 50 quilos, entre maconha, cocaína e crack, uma balança de precisão e equipamentos e produtos para refino de drogas. A polícia chegou ao local após uma denúncia anônima de que no local estaria escondido um dos responsáveis pelo assassinato do investigador Claudionor Pereira de Souza, de 57 anos, ocorrido na quarta-feira em Santo André. Segundo a PM, no momento em que os policiais se aproximavam da viela, "olheiros" teriam alertado os ocupantes da residência e ninguém foi preso. A droga apreendida foi encaminhada para o Instituto de Criminalística (IC), para passar por testes. O caso está sendo registrado na 8ª Delegacia Seccional/Leste.

Tudo o que sabemos sobre:
refino de drogaspolícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.