Polícia estoura desmanche de caminhões em Bertioga

Houve tiroteio quando os policiais chegaram ao local, mas ninguém ficou ferido e os criminosos fugiram

Rejane Lima, O Estado de S.Paulo

15 de outubro de 2008 | 20h17

A Polícia de Bertioga, na Baixada Santista, estourou nesta quarta-feira, 15, um desmanche de caminhões roubados a 800 metros do km 229 da Rodovia Rio-Santos. Houve troca de tiros entre policiais e cinco bandidos, mas os marginais conseguiram fugir por dentro da mata e ninguém foi detido. Dois deles foram identificados e segundo a Polícia Civil, deverão ser presos nos próximos dias. Veja também:Polícia desmonta bando de roubo e desmanche de carros no RS O desmanche foi encontrado às 8 horas da manhã, depois de 20 dias de investigações. "O setor de inteligência apurou que era uma quadrilha perigosa e por isso a polícia usou de cautela para preservar a vida dos moradores dali", afirmou o delegado de Bertioga, José Aparecido Cárdia. Segundo ele, a quadrilha atuava na Grande São Paulo e descia pela Mogi Bertioga para usar o desmanche - uma clareira aberta no matagal com uma casa rudimentar para apoio logístico. O delegado disse que os bandidos se aproveitavam do fato da rodovia não ter campo de visão para o interior da mata. Foram encontradas peças de pelo menos quatro caminhões, dois foram identificados: o Mercedes Bens 1416, de 1996, roubado na noite de terça-feira em São Paulo, e um Volkswagen ano 2005, que estava sem motor, mas com a cabine e o chassis cortado.

Tudo o que sabemos sobre:
desmancheBertiogapolíciacarros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.