Polícia estoura bingo clandestino em São Bernardo

Em Diadema, policiais encontraram um galpão com 27 máquinas caças níqueis e 180 carcaças

Ricardo Valota, do estadao.com.br; e Daniela do Canto, do Jornal da Tarde,

04 Dezembro 2008 | 03h34

Após uma denúncia anônima, um bingo clandestino foi estourado às 20h30 de quarta-feira pela Polícia Militar no segundo pavimento de um prédio, sobre uma oficina mecânica, na rua Vinte e Sete de Abril, no bairro de Rudge Ramos, em São Bernardo do Campo, no ABC. Além disso, um local que guardava máquinas caças níqueis foi localizado em Diadema. A PM foi ao local denunciado, mas teve de escalar o prédio e entrar pelas janelas porque um circuito interno de TV, com uma câmera instalada do lado de fora, permitiu que a gerência do bingo percebesse a chegada dos policiais. A porta então foi trancada pelo gerente, mas depois de 40 minutos os policiais conseguiram invadir a jogatina. No local foram apreendidas 43 máquinas e, até a 1h45 desta quinta-feira, 570 reais do interior delas. O gerente e 11 jogadores foram encaminhados ao 2º Distrito Policial de São Bernardo. Depósito Também através de uma denúncia anônima, pelo menos 27 máquinas caça níqueis e cerca de 180 carcaças de máquinas do mesmo tipo foram apreendidas pela PM na noite de ontem em um galpão localizado na rua São Judas Tadeu, atrás de uma lanchonete, na região central de Diadema, no Grande ABC. Duas pessoas teriam sido encaminhadas ao 01º Distrito Policial da cidade para prestar depoimento. O local foi lacrado pela polícia, pois não há lugar disponível ainda para que todo o maquinário seja guardado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.