Polícia estoura bingo clandestino em Moema

Câmeras monitoravam a entrada de clientes; ao menos 53 máquinas caça-níqueis foram apreendidas

Daniela Canto, Central de Notícias

26 Fevereiro 2009 | 06h21

A polícia estourou um bingo clandestino no início da madrugada desta quinta-feira, 26, em Indianópolis, na região de Moema, zona sul de São Paulo. O bingo, com 53 máquinas caça-níqueis, funcionava na Rua das Carinás, onde havia uma faixa com a inscrição de "aluguel de carros". Pelo menos três câmeras instaladas dentro de suportes de lâmpadas eram responsáveis por monitorar a chegada dos clientes, além de um segurança, que ficava na porta de entrada. Os policiais militares chegaram ao local por volta da 1 horas, depois de uma denúncia anônima. No momento, seis funcionários e 15 clientes estavam no bingo. Ao notarem a chegada dos policiais, os responsáveis pelo bingo não abriram a porta, mas mudaram de ideia ao perceberem que os PMs pulariam o portão para entrar. Para evitar serem fotografados pela imprensa, os clientes esconderam os seus rostos com sacos de lixo ao deixarem o bingo.

Mais conteúdo sobre:
bing clandestino

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.