Polícia encontra peças roubadas de fábrica da Samsung no Paraguai

Foram realizadas buscas em quatro estabelecimentos comerciais em Ciudad Del Este, que faz divisa com o Brasil

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

14 Agosto 2014 | 19h56

SOROCABA - A Polícia Civil de Campinas localizou nesta quinta-feira, 14, em Ciudad Del Este, no Paraguai, equipamentos levados durante o roubo milionário ocorrido na fábrica da Samsung, em Campinas, no início de julho. O número de aparelhos localizados e apreendidos não foi divulgado. De acordo com nota do Departamento de Polícia Judiciária do Estado de São Paulo (Deinter 2 - Campinas), foram realizadas buscas em quatro estabelecimentos comerciais na cidade paraguaia que faz divisa com a brasileira Foz do Iguaçu, no Paraná.

Ciudad Del Este é conhecida como porta de entrada de produtos contrabandeados no Brasil. As lojas que foram alvo das buscas comercializam produtos eletrônicos e de informática, como aqueles roubados da indústria coreana. De acordo com a nota do Deinter, não há previsão para término das ações.

Na madrugada de 7 de julho, pelo menos onze homens tomaram uma van que transportava funcionários e usaram o veículo para entrar na fábrica. Seguranças e funcionários foram feitos reféns e obrigados a carregar sete carretas com produtos como celulares, smartphones e notebooks. O bando fugiu sem deixar pistas deixando um prejuízo de R$ 20 milhões. Até esta quinta, ninguém tinha sido preso.

Mais conteúdo sobre:
SamsungCampinas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.