Polícia encontra fábrica de caça-níqueis na zona leste de SP

No local eram fabricados apenas as carcaças das máquinas; dono do local foi detido e quase 250 unidades

Solange Spigliatti, estadao.com.br

18 de setembro de 2008 | 14h47

Uma fábrica de estantes para máquinas caça-níqueis foi descoberta na manhã desta quinta-feira, 18, na zona leste da capital, após denúncia anônima. Uma pessoa foi presa. Segundo a Polícia Militar, a denúncia dava conta de que na Avenida Oratório, Jardim Elba, na região de Sapopemba, funcionava uma marcenaria que fabricava estantes para máquinas caça-níqueis. A polícia chegou ao imóvel por volta das 7h30, prendendo Donizete Baraco, proprietário dos dois imóveis. Um dos galpões, segundo a polícia, era usado para a fabricação das caixas das máquinas e outro era usado como depósito para acabamento das estantes. Foram apreendidas 40 unidades prontas e 200 em fase de acabamento. De acordo com a PM, a parte eletrônica das máquinas não era incorporada no local.

Tudo o que sabemos sobre:
caça-níqueisSão PauloPMPolícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.