Polícia encontra corpo de suspeito de participar de roubo em SP

Homem, que foi achado num carro na Estrada de Itatiba, teria ajudado no assalto a um shopping em Jundiaí

Tatiana Fávaro, O Estado de S.Paulo

15 de julho de 2008 | 19h42

A Polícia Militar de Jundiaí encontrou na manhã desta terça-feira, na Rodovia Engenheiro Constâncio Cintra (Estrada de Itatiba), o corpo de um homem identificado como Luiz Paulo Faria, de 20 anos, suspeito de ter participado do assalto ao Maxi Shopping na noite de segunda-feira. Durante a ação de cinco homens que invadiram uma joalheria houve troca de tiros e três pessoas ficaram feridas.   Um policial militar que levou um tiro de raspão na cabeça e um segurança do shopping, atingido por um tiro na perna, foram levados na segunda para o Hospital de Caridade São Vicente de Paulo e liberados nesta terça-feira. Ambos passam bem. O terceiro ferido era um dos assaltantes. A polícia suspeita que Faria, encontrado dentro de um gol, ferido a bala, seja o mesmo homem atingido no shopping.   O incidente ocorreu por volta de 21h40. Muitas pessoas que estavam no local foram obrigadas a deitar no chão para escapar dos tiros, algo em torno de dez disparos. Quem estava nas salas de cinema não pôde sair. A joalheria ainda não calculou o valor do prejuízo. Nesta terça-feira o shopping funcionou normalmente, exceto a loja assaltada, que permaneceu com as portas fechadas.   A Polícia Civil informou que já tem pistas sobre o paradeiro e identidade de outros suspeitos, mas de acordo com o titular da Delegacia de Investigações Gerais, Antonio Dota Junior, não é possível divulgar informações, para não atrapalhar o andamento das investigações. Nenhum suspeito foi preso até esta noite.

Tudo o que sabemos sobre:
Jundiaí, assalto a joalheriapolícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.