Polícia do Rio apura morte de jornalista

O jornalista Benoni Alencar, de 66 anos, foi encontrado morto em casa, ontem, em Casimiro de Abreu, no Estado do Rio. A polícia suspeita de latrocínio: seu computador e uma quantia em dinheiro foram roubados e havia sinais de estrangulamento.

RIO, O Estado de S.Paulo

28 de setembro de 2011 | 03h03

Do Piauí, Benoni lutou contra a ditadura militar, trabalhou no Jornal do Brasil e em O Globo, fundou jornais de bairro e núcleos do PT e do PSOL. Com dificuldades motoras por causa de um derrame, ainda militava pelas causas populares e ecológicas. O corpo será velado na biblioteca comunitária que ele criou no distrito de Palmital, e enterrado às 16 horas no cemitério local.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.