Polícia diz que delegado morto reagiu a assalto

BAHIA

, O Estado de S.Paulo

28 de maio de 2010 | 00h00

A polícia baiana deu como concluída, na manhã de ontem, a investigação sobre o assassinato do delegado Clayton Leão, de 35 anos, enquanto dava entrevista por telefone a uma rádio. Ontem, após o enterro do delegado, três acusados foram apresentados. Dois haviam sido presos na noite de quarta-feira. O terceiro se entregou ontem. Eles contaram que tentavam roubar o carro do delegado, mas viram que Leão tentou pegar uma arma que tinha entre as pernas. Disseram ainda não saber que a vítima era policial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.