Divulgação
Divulgação

Polícia divulga retrato falado de suspeitos de matar jornalista em SP

Jornalista foi morto durante assalto dentro de um supermercado na zona norte

Solange Spigliatti, estadão.com.br

11 de agosto de 2011 | 13h16

SÃO PAULO - Foi divulgado nesta quinta-feira, 11, o retrato falado dos suspeitos de terem participado, na última sexta-feira, do assalto que resultou na morte do jornalista Walter Pimentel, de 43 anos, que trabalhava na TV Gazeta, ocorrido na zona norte da cidade de São Paulo.

O jornalista foi baleado por assaltantes em frente ao supermercado Econ, na Avenida Guapira, bairro do Tucuruvi. Segundo a Polícia Militar, os bandidos teriam confundido o jornalista com um segurança ou até mesmo com um policial à paisana devido a seu porte físico e o mataram com um tiro na nuca.

Ao ser abordado pelos bandidos, Walter teria se assustado e, possivelmente pela reação involuntária, acabou baleado e arrastado para a saída do supermercado. Os bandidos roubaram a carteira do jornalista e R$ 350 do caixa do estabelecimento. O jornalista foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para o Hospital do Mandaqui, mas não resistiu aos ferimentos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.