Polícia detém sete suspeitos de arrastar e matar soldado

O policial se aproximou do carro e foi agarrado pelo fardamento e arrastado por cerca de 500 metros

Solange Spigliatti, estadao.com.br

31 de julho de 2008 | 13h49

A polícia de São Paulo deteve, nesta quinta-feira, 31, sete suspeitos de participar do assassinato do soldado Alexandre Sérgio de Oliveira Sobrinho, em Diadema, no Grande ABC paulista, nesta madrugada. De acordo com a PM, eles estão sendo ouvidos na 1ºDP, no município, onde foi registrado o caso. Segundo a Polícia Militar, por volta das 4h, na Rua Graciosa, policiais abordaram um Gol. O sargento Alexandre, do 24º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano, se aproximou do carro e foi agarrado pelo fardamento por um dos ocupantes que o arrastou por cerca de 500 metros, largando-o caído no asfalto e fugiu. O PM foi socorrido ao Pronto-Socorro Serraria, onde não resistiu aos ferimentos e morreu. O veículo, segundo a PM, foi localizado abandonado em Diadema.

Tudo o que sabemos sobre:
criminalidadesoldado arrastadoDiadema

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.