Polícia detém 9 motoristas embrigados em rodovias de SP

No pior caso, teste do etilometro feito pela PRF mostrou que detido estava com 0,95 mg/l de álcool no sangue

Fabiana Marchezi, estadao.com.br

25 de agosto de 2008 | 17h38

A Polícia Rodoviária Federal prendeu, neste fim de semana, nove motoristas que dirigiam embriagados em rodovias federais que cortam o Estado de São Paulo. Conforme o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), elas cometiam crime ao dirigir veículo automotor com índice a partir de 3 décimos de miligrama de álcool por litro de ar dos pulmões.   Veja também: Estado de SP poupa R$ 45,6 milhões com a Lei Seca A lei seca, em números  Os efeitos do álcool e os limites da Lei Seca  Lei Seca tem aprovação de 72% em São Paulo  Entenda os principais pontos da Lei Seca   Todas as notícias sobre a Lei Seca    Entre os presos está Pedro Henrique da Cruz que dirigia o veículo Ford Mondeo, quando envolveu-se em acidente. Ele foi levado pelos policiais no domingo, 22, após a constatação de embriaguez pelo etilômetro, com o índice de 0,95 mg/l, o maior registrado nos dois dias.   Todos os motoristas flagrados foram autuados com base no artigo 165 do CTB, infração que acarreta multa de R$ 957,70 e 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Também foram conduzidos às delegacias de Polícia Civil locais pelo crime de embriaguez na condução de veículo automotor.

Tudo o que sabemos sobre:
PRFLei SecaSão Pauloestradas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.